voltar
Educação Financeira
por
Redação Jeitto
September 23, 2021
Como guardar dinheiro: dicas práticas para economizar
Um passo a passo pra você aprender como economizar dinheiro a partir da sua realidade

Foto de Gabrielle Henderson disponível no Unsplash

Fazer um pé de meia, guardar uma graninha, fazer uma reserva ou amealhar - se tem uma coisa que não falta para o brasileiro é uma quantidade imensa de palavras para expressar a necessidade de economizar dinheiro. 


Mas na prática essa tarefa não é tão fácil: uma pesquisa feita pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) indica que 54% dos entrevistados não conseguem economizar qualquer quantia durante o mês.  


Nesse cenário, a vontade de economizar esbarra com vários fatores externos que dificultam esse processo, como o alto índice de desemprego, o aumento dos preços devido à inflação alta e o endividamento que, segundo estudos, já atinge grande parte dos brasileiros.


Por isso, para economizar, especialmente quando você quer entender como guardar dinheiro ganhando pouco, é preciso ter paciência, pé no chão, planejamento financeiro e disciplina. A gente separou algumas dicas sobre como juntar dinheiro pra te ajudar nessa missão, olha só: 


Dicas para economizar dinheiro (com o pé no chão)

1. Conheça sua realidade

Antes de pensar em estratégias para economizar, é preciso conhecer sua realidade financeira. Anote tudo o que entra e sai da conta. Caso você tenha uma renda fixa, considere seu salário líquido - aquele valor real que chega todo mês, e não o que está registrado na Carteira de Trabalho ou contrato. 


Depois, veja quais despesas são fixas ou variáveis. Assim, é possível começar a pensar em como economizar a partir da sua realidade. Um planejamento que tem como ponto de partida o que está dentro das suas possibilidades é essencial para que ele te ajude ao invés de atrapalhar.


2. Hora de analisar

Você está gastando mais do que ganha? Se sim, por qual motivo? Aqui, é importante analisar com cuidado: em alguns momentos o gasto é maior do que a renda porque esse valor não é suficiente para todas as contas ou despesas necessárias. 


Mas se este não for o caso, é importante verificar se o gasto excessivo tem relação com compras por impulso e dificuldades na área da educação financeira. Aí, vem a pergunta que é muitas vezes evitada: existe algum gasto que pode ser reduzido? 


Neste momento, veja também se há algum pagamento que precisa ser priorizado, caso você tenha alguma dívida, por exemplo. 

3. Se tiver dívidas, foque nelas primeiro

Colocar a cabeça no travesseiro sem precisar se preocupar com dívidas é uma coisa cada vez mais rara para a maioria dos brasileiros. Isso porque, segundo uma pesquisa feita pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), o endividamento entre as famílias brasileiras chegou a 70%


Por isso, antes de começar a guardar dinheiro para ter uma reserva a longo prazo ou fazer uma compra que pode ser adiada, é importante quitar as dívidas, especialmente aquelas que têm o potencial de dobrar de tamanho por causa dos juros. 


Para isso, primeiro procure saber o valor atualizado da dívida. A partir daí, verifique se é possível fazer um acordo com parcelas que cabem no seu bolso, ou se vale mais a pena guardar um pouquinho de dinheiro a cada mês para quitar a dívida no futuro ou dar uma boa entrada para parcelar o restante.

4. Foco no planejamento financeiro

O planejamento financeiro é um verdadeiro raio-x do que acontece na sua vida financeira hoje e de onde você quer chegar. É a organização financeira que precisa ser feita a cada mês.


E olha, não precisa ser uma planilha mirabolante. Apenas uma forma prática de organizar sua vida financeira para visualizar onde é possível economizar e, assim, definir seus próximos passos a partir desse cenário. Nessa missão, até o bom e velho caderninho serve. 


Na hora de fazer o planejamento, além das despesas básicas de cada mês, é válido considerar até os pequenos gastos que a gente costuma ignorar no dia a dia. Vai que aparece mais uma brecha pra juntar uma grana?!


5. Disciplina é tudo

Depois de planejar o que entra, o que sai e os objetivos, é hora de colocar em prática, um dia de cada vez. 


E se você viu por aí que é possível economizar dinheiro todos os meses, mesmo que o valor não seja tão alto, guarde o dinheiro no início do mês. Assim, você diminui os riscos de usar esse valor para outra coisa com o decorrer do tempo. Então, assim como você paga as contas no começo de cada mês, lembre-se de pagar você mesmo também! 


Ah, e a gente sabe que imprevistos acontecem, principalmente em um cenário de incertezas econômicas. Por isso, pode ser que você não consiga seguir à risca o planejamento em algum mês ou outro. Não tem problema, ok? Mas é importante lembrar do plano inicial sempre que puder e, se preciso, adaptar para caber na sua realidade.


6. Junte dinheiro para a sua reserva de emergência

A gente nunca sabe quando os imprevistos vão acontecer, mas se existe uma certeza é de que eles acontecem. Por isso, ter uma reserva de emergência é fundamental para aqueles momentos em que você precisa de uma quantidade significativa de dinheiro de uma hora pra outra. 


Pode ser desde a perda de um emprego até algo que precisa ser consertado em casa com urgência. As possibilidades são infinitas, e manter uma reserva de emergência é importante para que você esteja preparado. 


Mas qual é o valor ideal para a reserva de emergência? Bom, não tem resposta certa. Depende muito do seu custo de vida, ou seja, o quanto você precisa para se manter com os produtos e serviços que você paga a cada mês na sua região. Você pode considerar a soma de 4 a 12 meses do seu custo de vida mensal. 


Mas lembre-se que o mais importante é ficar de olho nesse objetivo e economizar de acordo com a sua realidade atual. Assim você mantém constância e consegue chegar lá no seu tempo. 


E se no meio do caminho você precisar de um fôlego extra, pode contar com o Jeitto. Vamos juntos rumo à sua segurança financeira. 🧡




Subtítulos:

Dicas para economizar dinheiro (com o pé no chão)

Conteúdos que você também vai gostar

Receba nossas novidades!

Acompanhe as novidades do Jeitto e receba conteúdos exclusivos direto no seu e-mail.
Obrigado! Agora você vai receber as novidades do Jeitto no seu e-mail.
Informe seu e-mail corretamente
Não caia em golpes: Não solicitamos depósitos antecipados e nunca entramos em contato solicitando dados pessoais ou senhas.