Blog

Como autônomos podem se organizar para pagar contas básicas?

09.10.2017

Como autônomos podem se organizar para pagar contas básicas?

Descubra como autônomos podem se organizar para pagar contas básicas.

Pagar contas básicas é um desafio para diversos profissionais, mas aqueles que trabalham como autônomos precisam ter uma atenção ainda maior. Por conta da sua renda variável, existe uma grande imprevisibilidade a respeito dos valores que entrarão em caixa – o que pode causar problemas no pagamento das contas.

Em um mês, você recebe R$5.000, mas, no outro, apenas R$2.000. Não é possível manter a mesma quantidade de despesas nos dois meses, não é? Será que você terá dinheiro o suficiente para pagar contas básicas nos meses em que tiver uma receita menor?

Além disso, é preciso considerar a possibilidade de lidar com clientes inadimplentes, que tornam isso tudo ainda mais complicado. Se você fez uma venda, mas não recebeu dentro do prazo estipulado, pode ter que deixar para trás um boleto que vencia naquela data, ou seja, uma grande confusão de entradas e saídas financeiras.

Para ajudá-lo a contornar todas essas situações, preparamos dicas sobre como autônomos podem se organizar para pagar contas básicas. Confira!

Adote uma planilha para controle financeiro 

Sempre que falamos sobre finanças, o primeiro passo é adotar uma planilha para realizar o controle financeiro. Trata-se de um controle simples, e, com ele, você pode registrar todas as entradas e saídas de recursos provenientes da sua atividade profissional.

É somente com base nisso que você conseguirá analisar as suas receitas e despesas de forma assertiva. Conhecer quanto costuma gastar ao longo de um mês é muito importante para planejar os seus gastos naquele período. Da mesma forma, é fundamental analisar para onde está indo todo o dinheiro que entra na sua conta bancária.

Imagine que as suas contas básicas custam, em média, R$300 por mês. Você pode começar a planejar deixar essa quantia separada no final de todos os meses para não correr o perigo de ficar sem dinheiro para pagá-las.

Tenha uma política de cobrança

Os clientes inadimplentes podem ser um grande problema quando falamos sobre pagar contas básicas. Você conta com o recebimento de R$500 até o final do mês, mas recebe apenas no mês seguinte – quando já é tarde demais para pagar as suas contas dentro do prazo de vencimento.

Por essa razão, é tão importante elaborar uma política eficiente de cobrança de clientes. Envie mensagens lembrando das datas de pagamento e facilite os métodos de pagamento sempre que for possível. Caso aconteçam atrasos, seja proativo ao contatar o cliente e buscar alternativas de pagamento benéficas para ambas as partes.

Reserve uma parcela dos recebimentos

Profissionais autônomos podem ter rendas muito variadas de um mês para outro. Um mês pode render muito acima da média, enquanto, em outro, uma série de imprevistos podem resultar em péssimos resultados. Se você depender apenas disso para pagar contas básicas, pode enfrentar diversos problemas.

Por isso, é recomendado estabelecer uma reserva financeira. Guarde um pouco de dinheiro em todos os meses em que os resultados forem positivos. Dessa forma, mesmo nos períodos de baixa nas vendas, será possível cobrir os custos de todas as despesas.

Jogue o vencimento das contas para o final do mês

Outra estratégia muito eficiente é combinar o pagamento das contas para o final do mês sempre que for possível escolher a data de vencimento. Dessa forma, você já terá recebido grande parte dos pagamentos dos seus clientes daquele mês, e ficará mais fácil ter condições financeiras para quitar todas as dívidas.

Utilize o Jeitto para pagar contas básicas

Toda a instabilidade financeira dos profissionais autônomos pode resultar em complicações para pagar contas básicas. Pensando nisso, o aplicativo Jeitto disponibiliza empréstimos online para o pagamento de contas básicas e realização de recargas de celular.

Você possui um limite de R$150 mensal e paga uma tarifa apenas nos meses em que utilizá-lo. Nesses casos, recebe esse crédito no mês seguinte para utilizá-lo novamente. Além disso, as contas podem ser pagas pelo próprio aplicativo, sem a necessidade de encarar filas em bancos ou lotéricas. 

Esse é um ótimo recurso para nunca mais enfrentar problemas para pagar contas básicas: facilidade, praticidade e baixos custos para que você mantenha a tranquilidade financeira.

Como você se organiza para pagar todas as contas básicas? Gostou das dicas apresentadas neste artigo? Deixe o seu comentário e até a próxima.