Blog

7 hábitos que fazem você gastar mais no verão

25.12.2017

7 hábitos que fazem você gastar mais no verão

Alguns hábitos fazem os gastos aumentarem bastante no verão. Conheça e saiba como evitá-los com as dicas que o Jeitto separou para você!

Uma das estações mais aguardadas do ano está aí! O verão geralmente está relacionado à festividades, comemoração, descanso e praia. Apesar de bastante agradável, nessa época os gastos podem ser maiores, prejudicando o orçamento. Se você não quer ficar no vermelho justamente no período em que surgem mais contas para pagar, como IPVA e IPTU, veja a lista que o Jeitto preparou para você com os 7 hábitos que fazem os gastos crescerem e como evitá-los. Confira!

  1. Férias
  2. Um período ótimo para recarregar as energias e relaxar, as férias acabam sendo uma armadilha para quem não quer (ou não pode) gastar. Se você vai para a praia, por exemplo, sabe que é comum ser abordado por muitos vendedores oferecendo os mais diversos tipos de coisas, de comida até roupas, e tudo por um preço alto. Sem controle, esses gastos que parecem pequenos podem acabar trazendo um prejuízo grande em apenas uma tarde. Por isso, fique de olho e resista. Leve de casa tudo o que pode precisar em um recipiente que mantenha a temperatura: suco e água, além de lanchinhos leves, como sanduíches e frutas.

    A situação se agrava mais ainda quando se tem crianças, que costumam pedir tudo o que veem. Cheios de vontades e com muita energia para gastar, cabe a você ter que pensar em programas baratos para fazer com as crianças nas férias. Alguns podem sair até de graça! Que tal um passeio no parque com um piquenique? Ou quem sabe uma exposição que esteja na sua cidade? Um museu e até atividades recreativas que são promovidas com a ajuda de algumas entidades? Vale buscar opções e saber o que tem aí pertinho de você sem pesar no orçamento.

    Uma dica importante deve ser lembrada para o próximo ano: prepare-se com antecedência. Muita gente acaba gastando o que não tem nessa época e passa por apertos quando as contas do começo do ano chegam. E aí tomam atitudes que prejudicam o orçamento no restante do ano inteiro, como o cartão de crédito e o cheque especial, que têm juros muito altos. Com planejamento você pode ir até além do que fez neste ano, como viajar. Reservas em hotéis e passagens aéreas costumam sair por muito menos quando compradas antecipadamente. Assim, você economiza dinheiro e pode até realizar o sonho de conhecer um lugar diferente, basta organização.

  3. Ventilador ou ar-condicionado
  4. Os dias de calor intenso podem ser tão amados quanto odiados. Isso porque não é sempre que se pode estar na praia, tomando um banho de mar para espantar um pouco aquela sensação ruim que a temperatura muito alta traz com ela. E é aí que entram o ventilador e o ar-condicionado para darem uma aliviada nessa situação. Apesar de extremamente úteis na hora de deixar o ambiente um pouco mais agradável, esses aparelhos acabam afetando no valor da conta de luz. Quanto mais tempo ligado, maior o consumo de energia elétrica e também a conta para pagar no final do mês. Sempre que possível, substitua o uso desses aparelhos por janelas e portas abertas, por exemplo, que permitem que o ar circule dentro da casa e conseguem amenizar um pouco o problema. Mas, nos dias escaldantes, em que é quase impossível ficar sem pelo menos o ventilador ligado, que é bem mais barato e consome menos que o ar-condicionado, tente compensar a economia em outras coisas que usa dentro de casa, como o chuveiro, que pode ser utilizado na posição verão (frio) e equilibra um pouco o gasto a mais que poderá ter. Clique aqui para conferir mais dicas de economia na conta de luz com o Jeitto!

  5. Projeto verão
  6. Às vezes, as pessoas não tem uma preocupação com o corpo o resto do ano inteiro, mas quando vem chegando o verão e elas lembram que o destino é a praia, resolvem tirar o atraso e fazer tudo junto para buscar o resultado instantâneo: investir em dietas especiais, tratamentos estéticos, remédios, academia e suplementos, o que pesa no bolso. Para evitar que isso aconteça, o ideal é que se tenha cautela o ano inteiro, alimentando-se bem e praticando exercícios físicos regularmente. Assim, não é necessário buscar alternativas que muitas vezes nem trazem um resultado tão eficaz e podem acabar custando bem caro – para a saúde e para o orçamento.

  7. Comidas e bebidas
  8. A alimentação também pode acabar pesando no bolso na estação mais quente do ano. Isso acontece já que nossos hábitos mudam um pouco com o calor. Se você já não é muito fã do fogão, nos dias bem quentes a tarefa pode se tornar ainda pior, pois a cozinha geralmente fica muito abafada. Para se livrar desse compromisso em dias de casa cheia, muita gente opta pelo hambúrguer ou cachorro quente da barraquinha perto de casa, o que pode acabar com um valor muito salgado no final do mês. Para ajudar, que tal apostar em lanches frescos feitos em casa? Muitos deles dispensam até o fogão, como os sanduíches naturais. É uma opção mais barata, leve e saudável para enfrentar o verão sem destruir o orçamento.

    Outro item bastante comum que pode pesar na conta é a cervejinha, que é mais consumida e também mais cara nesta época. Nos dias quentes, ela é sempre uma boa pedida, mas o problema é que a maioria das pessoas acaba não tomando uma só. O papo com os amigos, o dia quente, a distração e, pronto, lá se foi uma grana que não estava no planejamento. Por isso, fique de olho!

  9. Um pulinho na praia
  10. Nem todo mundo consegue tirar férias nesta época do ano ou ainda pode ser que o orçamento esteja apertado para conseguir se hospedar uns dias pertinho do mar, por isso que bastante gente acaba optando pelo “bate e volta” até a praia no final de semana ou quando termina o expediente, já que os dias são mais longos. O problema é que essas viagens, mesmo que curtas, podem acabar pesando no bolso, já que, além do valor da gasolina, deve-se considerar possíveis pedágios, manutenção do veículo, despesas no destino e imprevistos que podem acontecer. Antes de partir para a praia, calcule bem esses gastos e veja se cabem no seu orçamento. Prevenir é melhor que passar por situações de aperto, ainda mais quando o ano está só começando!

  11. Guarda-roupa de verão
  12. Toda vez que uma nova estação chega, pode bater aquela velha sensação de que não temos roupas adequadas para ela. E no verão não poderia ser diferente. Mas antes de correr para as lojas para renovar o guarda-roupa, não esqueça de ver o impacto desse gasto no seu orçamento, mesmo que ele pareça pequeno. Até valores bem baixos precisam ser planejados para que as contas fechem no final do mês. E não esqueça de tirar tudo o que tem de dentro do armário para ver se é realmente necessário comprar alguma coisa. Sempre tem uma peça que fica escondida e você acaba nem lembrando que tem. Agora, se for realmente necessário comprar, faça isso de forma sábia, investindo em peças neutras, que podem facilmente ser combinadas com outras e nunca saem de moda.

  13. Dinheiro extra
  14. Pode parecer que ter um dinheiro a mais no final do ano é sempre uma forma de colocar o orçamento em ordem, já que está “sobrando”. Mas nem sempre é assim. Décimo terceiro, participação de lucros, bonificações e férias são considerados um reforço no bolso da família, mas não quer dizer necessariamente que ele irá ajudar. Isso acontece já que muitas pessoas acabam perdendo o controle quando recebem mais, como aquele velho ditado “quanto mais tem, mais gasta”. Com um dinheirinho na mão, pode se ter a ilusão de que se pode gastar. Mas como nos próximos meses você não terá mais esse valor extra, fique alerta. Anote todos os gastos e evite ficar no vermelho. Aproveite a oportunidade para guardar para emergências ou investir em coisas realmente importantes.

Agora você já sabe quais os 7 hábitos que fazem os gastos aumentarem no verão e também como evitá-los, então fique atento. Gaste com equilíbrio e aproveite bem a estação. Afinal, mais um ano está começando e poupar pode torná-lo ainda melhor! E, se precisar, conte com o Jeitto para recarregar os créditos do celular e pagar suas contas de água, luz, telefone, internet e gás de onde estiver e quando mais precisar. Tudo de forma simples e rápida, sem precisar enfrentar filas, calor nem deslocamento. Baixe agora e cadastre-se!